Desporto

Will Voigt deixa porta entreaberta a reforços

Anaximandro Magalhães

O seleccionador nacional sénior masculino de basquetebol, William Bryant Voigt, não fecha a porta, deixando-a entreaberta para a possibilidade de convocar novos jogadores, tendo em vista o reforço da equipa na abordagem à disputa da 18ª edição da Copa do Mundo, a decorrer de 31 de Agosto a 15 de Setembro do próximo ano, na China.

Fotografia: Edições Novembro

Em declarações à impren-sa, o técnico da Selecção Nacional reconheceu: “não nos podemos esquecer, nem tão pouco deixar de parte os jogadores que nos ajudaram a materializar o objectivo. Eles foram muito importantes. Em todas as janelas procuramos introduzir novos atletas, e pensamos continuar a fazê-lo. Temos de dar-lhes minutos para nos ajudarem no futuro”.
Questionado acerca do que se pode esperar de Angola no Mundial, sobretudo depois da célebre participação em 2006, no Japão, onde conquistou a 9ª posição, o treinador de nacionalidade norte-americana fez um apelo: “espero que o Governo nos dê o apoio necessário, pois só assim poderemos aspirar coisas boas”.
Sob a batuta de Will Voigt, a Selecção Nacional disputou 12 partidas, ganhou nove e perdeu três, perfazendo um total de 21 pontos, ocupando deste modo a segunda posição na tabela classificativa do Grupo E.
Na quinta e derradeira janela, Voigt contou com o base Gerson Domingos, o extremo-base Jacques “Leandro” da Conceição, os extremos Gerson “Lukeny” Gonçalves, Olímpio Cipriano, Carlos Morais, Mohamed Malick Cissé, extremos-postes Leonel Paulo e Reggie Moore, e os postes Yannick Moreira, Alexandre Jungo, Hermenegildo Mbunga e Felizardo Ambrósio “Miller”.

Tempo

Multimédia