Desporto

Xadrezistas somam três vitórias

Teresa Luís|Rabat

Três vitórias e duas derrotas é o saldo da Selecção de xadrez, no torneio por equipas, dos Jogos Africanos, cuja estreia aconteceu ontem, no hotel Mogador, Casablanca, Marrocos.

Fotografia: Domingos Cadência | Edições Novembro

Esperança Caxita, Adérito Pedro, David Silva (mestres internacionais) e Luzia Pires (mestre FIDE), triunfaram na jornada inaugural diante de São Tomé e Príncipe, por 4-0.
Na segunda ronda, o combinado angolano perdeu frente o Egipto, por 0.5-3.5. Com a similar da Nigéria, Angola perdeu 1.5-2.5, por conta de uma imprecisão do mestre Adérito Pedro, quando tudo apontava para um triunfo.
Com a Namíbia, os pupilos de Carlos Frades redimiram-se e venceram 2.5-1.5, e ganharam a Zâmbia por 3.5-0.5. Hoje, o torneio por equipas reserva a disputa da sexta a décima jornada.
O seleccionador Carlos Frades fez saber que apesar das derrotas nada está perdido. “Hoje estivemos um pouco abaixo do previsto. Mas há possibilidade de recuperarmos.
Já defrontamos a forte equipa do Egipto, com Nigéria houve uma distracção do Adérito.
São situações alheias a nossa vontade. Amanhã será diferente.
O grupo estará mais concentrado para evitar situações que são fatais neste tipo de torneios”, garantiu Carlos Frades.

Tempo

Multimédia