Desporto

Yannick Moreira foi o atleta mais produtivo da selecção

Anaximandro Magalhães

O poste Yannick Moreira, 2,11 metros, com 302 minutos, em 12 jogos, foi o joga-dor mais utilizado e o melhor cestinha, 154 pontos, da Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol, nas quatro janelas do Torneio Africano de Qualificação para a 18ª edição do Campeonato do Mundo, a disputar-se de 31 de Agosto a 15 de Setembro do próximo ano, na China.

Fotografia: Jaimagens | Ediçõs Novembro

Apesar de ter falhado a disputa da terceira jornada, na cidade do Cairo, Egipto, o extremo Carlos Morais, 1,93 metros foi ainda assim, o segundo melhor da selecção orientada por William Bryant Voigt.
Em 228 minutos, subdivididos em nove jogos, o jogador do Siena Basket da segunda divisão italiana marcou 113 pontos. Reggie Moore, extremo-poste de 2,02 metros, é o terceiro jogador mais produtivo com 109 pontos convertidos em 292 mi-nutos, em 12 desafios.
Leonel Paulo, extremo-poste de 1,96 metros, marcou 80 pontos em igual número de desafios, mas em tempo diferente, 253 pontos. O base Gerson Domingos, o principal responsável pela construção do jogo ofensivo dos hendecacampeões africanos, regista na sua conta pessoal, em 12 duelos, 76 pontos em 262 minutos.
Na quinta e derradeira janela, Voigt contou com o base Gerson Domingos, o extremo-base Jacques “Le-andro” da Conceição, os ex-tremos Gerson “Lukeny” Gonçalves, Olímpio Cipriano, Carlos Morais, Mohamed Malick Cissé, extremo-postes Leonel Paulo e Reggie Moore e os postes Yannick Moreira, Alexandre Jungo, Hermenegildo Mbunga e Felizardo Ambrósio “Miller”.

Tempo

Multimédia