Desporto

Zidane lamenta afastamento de Neymar

A lesão de Neymar no confronto com o Olympique de Marselha, domina os noticiários desportivos em França, a oito dias para o duelo decisivo entre Paris Saint-Germain (PSG) e Real Madrid, jogo referente aos oitavos de final da Liga dos Campeões, situação lamentada por Zinedine Zidane.

Tornozelo direito trama internacional brasileiro
Fotografia: CHRISTOPHE ARCHAMBAULT | AFP

Depois de vencer o Alavés por 4-0, no sábado, Zidane compareceu à conferência de imprensa ontem e não pôde fugir das perguntas sobre o camisa 10 do PSG, que corre o risco de falhar o próximo jogo, em Paris.
“Não gosto quando os jogadores se lesionam. Lamento a lesão de Neymar, espero que ele possa estar em campo. Nunca vou desejar que um jogador rival fique de fora de um jogo por lesão”, lamentou o técnico dos merengues, que não vê a ausência do brasileiro como um factor determinante para a partida.
 “A lesão dele não influenciará. Nunca desejei ver jogadores lesionados. Estava a ver a partida no momento da contusão e não gostei nada”, completou.
No entanto, as lesões também são um problema para Zidane e o Real Madrid, que provavelmente terão três importantes desfalques para o confronto da semana que vem. O lateral esquerdo Marcelo e os médios Kroos e Modric também estão em recuperação. Mesmo assim, o técnico francês se mantém optimista.
“Esperamos recuperá-los todos. Não gosto de estipular prazos. Ainda não estão em condições de treinar com o resto do grupo, mas estão a trabalhar bem. Para estarem preparados, vão precisar jo-gar, sem pensar no jogo em Paris. Antes, temos o Getafe pela frente. Sou sempre optimista. Aguardamos o que dirão os médicos”, apontou o treinador.
PSG e Real Madrid enfrentam-se no Parque dos Príncipes. Com a vitória por 3-1 no Santiago Bernabéu, no jogo de ida, os merengues podem até perder por um golo de diferença na França, e desse modo podem seguir para os quartos de final do torneio continental.

Tempo

Multimédia