Economia

200 mil dólares para tecnologia alimentar

O Centro de Tecnologia Alimentar da Calenga, na Caála, gastou 200 mil dólares na aquisição de equipamentos que o vão transformar numa referência nacional na indústria de transformação de frutas e legumes.

O responsável da unidade, Hilário Salupula, disse à Angop que o material tecnológico necessário para o aumento da capacidade de produção de derivados agrícolas foi identificado na África Sul, sendo instalado até final deste ano.
Hilário Salupula disse que, no investimento, está incluído o apetrechamento dos laboratórios, acções de formação profissional e pesquisa, sendo que as aquisições envolvem um destilador para a produção de álcool e aguardente, extraídos de frutas e legumes, assim como doces para a merenda escolar. Dez clientes, incluindo a empresa angolana de produção e distribuição de bebidas Refriango, pretendem assinar contratos para a aquisição de produtos agrícolas transformados no Centro de Tecnologia Alimentar da Calenga, revelou.

Tempo

Multimédia