Economia

Ajeco volta a atribuir o "Prémio Kianda"

Victorino Joaquim

A Associação de Jornalistas Económicos de Angola (Ajeco) pretende retomar a concessão do “Prémio Kianda”, como forma de reconhecimento do empenho dos profissionais que actuam nesse domínio, anunciou quarta-feira, em Luanda, o secretário-geral da associação.

Fotografia: DR

João Joaquim falava no seminário sobre “O papel do jornalismo económico como instrumento de transformação social”, realizado no Centro de Formação de Jornalistas (Cefojor), sob os auspícios da Ajeco, com objectivo de capacitar os jornalistas económicos a desenvolverem e solidificar os seus conhecimentos.
O responsável declarou que o aumento de publicações a circular no mercado, traz um número mais considerável de profissionais a prestarem o seu contributo para o desenvolvimento do jornalismo económico, o que necessita de ser reconhecido.
João Joaquim considerou que o jornalismo económico angolano tem registado progressos, o que pode ser verificado pelo número e qualidade das publicações, bem como pelo empenho dedicado nas abordagens.
Acrescentou que, apesar do progresso registado, os jornalistas económicos precisam de investigar mais os fenómenos como a corrupção, branqueamento de capitais, fraudes fiscais e outros males que atentam contra as liberdades fundamentais dos cidadãos.

Tempo

Multimédia