Economia

Angola e Alemanha com novos projectos

O Instituto Geológico de Angola (Igeo) e o Instituto Federal de Geociências e Recursos Naturais da Alemanha (BGR) vão cooperar em projectos para prospecção de águas subterrâneas para o abastecimento à população, agropecuária e indústria no sudoeste de Angola, segundo um memorando de entendimento assinado recentemente entre as duas instituições, em Berlim.

Projectos vão contribuir para o fomento da pecuária
Fotografia: Edições Novembro

O memorando rubricado pelo director-geral do Igeo, Canga Xiaquivuila, e pelo seu homólogo Ralph Watzel, prevê ainda a avaliação de potenciais recursos minerais, numa cooperação na investigação hidrogeológica que remonta aos anos 80 do século passado e que permitiu criação, entre outras acções, e montagem de um laboratório para tratamento de águas subterrâneas na província da Huíla.
Segundo Canga Xiaquivuila, o memorando está em linha com o programa de revitalização da pesquisa de águas subterrâneas no sul de Angola no âmbito do programa “Água para Todos”, que está a ser desenvolvido pelo Governo de Angola.
“A assinatura representa a avaliação do potencial de recursos energéticos e minerais no território angolano como, por exemplo, o chumbo, ouro, minérios de ferro, cobre, manganês, níquel, prata, vanádio e zinco”, sublinhou.

Estudo sísmico em Angola
O Instituto Geológico de Angola (Igeo) e o Instituto Politécnico Rensselaer (IPR) de Nova Iorque - Estados Unidos da América, pretendem realizar um estudo sísmico para perceber as causas da elevação de placas tectónicas que causam um elevado nível de sedimentação no sul de Angola, tendo iniciado uma troca de correspondências para o estabelecimento de uma parceria.

Tempo

Multimédia