Economia

Angola faz crescer vendas dos vinhos alentejanos

Angola importou, no ano passado, 3,4 milhões de litros de vinhos alentejanos engarrafados, constituindo-se no segundo maior mercado de importação dos vinhos da  região portuguesa, soube ontem o Jornal de Angola.

Alentejanos mantém boas relações com consumidores
Fotografia: Mota Ambrósio | Edições Novembro


A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), entidade que certifica e promove os vinhos do Alentejo, terminou o ano de 2017 com um registo de 112 mercados internacionais de exportação, com Angola nos lugares cimeiros.
O “ranking” dos cinco maiores importadores mundiais de vinhos alentejanos é constituído pelo Brasil, Angola, Estados Unidos, Suíça e França, mercados que representam 57 por cento do valor e 55 da quantidade vendida do Alentejo para o estrangeiro.
“Pode dizer-se que todos os produtores com maior dimensão e mais activos do Alentejo exportam hoje para o mercado angolano”, afirma Tiago Caravana, responsável pelo mercado angolano da CVRA, notando que, no ano passado, 84 produtores de vinhos do Alentejo exportaram para Angola cerca de 250 marcas.
A CVRA anunciou ontem, em comunicado, que realiza este ano, pela 11.ª vez, uma prova de vinhos no mês de Março, para “reforçar a relação com o consumidor angolano”.
A prova, que ocorre a 1 de Março no hotel Epic Sana, é antecedida de acções de formação lideradas pelo respeitado crítico de vinhos em Portugal Luís Lopes, que propõe aos participantes algumas referências de vinhos da região do Alentejo.
As formações realizam-se a 27 de Fevereiro com a equipa de Food & Beverage do Epic Sana e a 28 de Fevereiro nos hipermercados Kero. Algumas das marcas apresentadas podem, depois, ser degustadas na prova anual de vinhos do Alentejo, a 1 de Março no Epic Sana.

Tempo

Multimédia