Economia

Apresentadas concessões mineiras angolanas

A quinta apresentação técnica das concessões mineiras para as quais é lançado um concurso público internacional na próxima segunda-feira, foi realizado ontem, em Nova Iorque, com a participação de 15 empresas.

Embaixador de Angola discursa durante a apresentação técnica
Fotografia: Cedida


A informação foi avançada pelo Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa (GCII) do Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos, que apontou, entre os investidores que participaram na apresentação, a Mayer Brown LLP, Julions Klein, Ishangol, DLA, Margisto Holding Group, Isem Invest, Javano, TCB Global e GCF Ventures LCC.
O embaixador nos Estados Unidos, Joaquim Espírito Santo, que liderou a representação institucional angolana no roadshow, é citado pelo GCII do Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos a reafirmar a premência das licitações para a economia angolana, a qual considerou mais apta para lidar com o investimento estrangeiro.
O diplomata elogiou o alto nível das discrições das concessões mineiras feitas por quadros do Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos e das companhias afectas ao pelouro, algo que considerou que vai contribuir para o sucesso do concurso público que é lançado em Luanda na segunda-feira.
Nuno Rosa, que serve como consultor numa empresa norte-americana de cálculo de classificação de reservas declarou que, na apresentação, foi partilhada informação relevante para os investidores e que, com base nisso, considera que “o potencial existe” e que “Angola é um país atractivo” no domínio do investimento mineiro.
O Governo põe a concurso, depois dessas apresentações, a atribuição de direitos mineiros de Cácata e Lucunga, de produção de fosfato, em Ca-binda e Zaire, Cassala-Kitun-go, de produção de ferro no Cuanza-Norte, bem como as de Camafuka Camazambo e Tchitengo, de diamantes, na Lunda-Norte.
O roadshow de Nova Iorque foi realizado depois dos quatro realizados em Luanda, o Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e Pequim, na China, e Londres, Reino Unido.

 

Tempo

Multimédia