Economia

BNA baixa os juros

O Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola (CPM) baixou os juros na reunião de sexta-feira, cortando a taxa BNA para 15,75 por cento e o coeficiente das Reservas Obrigatórias em moeda nacional em 17 e 15 por cento em moeda estrangeira.

Tribunal Provincial de Luanda vai deixar de existir e passam a funcionar tribunais de comarca
Fotografia: Contreiras Pipas | Edições Novembro

Um comunicado emitido no fim da reunião do CPM realizada na sexta-feira, o BNA anuncia, também, a manutenção da taxa de juro da Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez em 0,00 por cento.
Estas decisões foram sustentadas por a inflação ho-móloga ter tido uma trajectória decrescente no ano de 2018, bem como pela evolução da Base Monetária, variável operacional da política monetária, que contraiu 10,71 por cento nos últimos 12 meses.
Em Dezembro de 2018, o Índice de Preços ao Consumidor Nacional (IPCN) - que mede a taxa de inflação -, registou uma variação mensal de 1,41 por cento e uma variação homóloga de 18,60 por cento, ligeiramente abaixo da previsão do Governo, de 19 por cento.
O Índice de Preços ao Consumidor ((IPC) de Luanda registou uma variação anual de 18,21.
Nos meses de Novembro e Dezembro de 2018, transaccionou-se no mercado monetário interbancário um fluxo total de 638,97 mil mi-lhões de kwanzas. A LUIBOR, na maturidade overnight, situou-se em 16,75 por cento, o que representou uma diminuição de 1,02 pontos percentuais face a 17,77 no início de 2018.
O agregado monetário M2 em moeda nacional, que congrega a totalidade dos depósitos bancários em moeda nacional e as notas e moedas em poder do público, registou uma variação positiva, tendo passado em Novembro de 4,36 mil milhões de kwanzas, para 4,50 mil milhões em Dezembro de 2018, o que corresponde a um aumento de 3,10 por cento. Nos últimos 12 meses, este indicador variou negativamente em 0,52 por cento.
O “stock” do crédito em moeda nacional registou uma expansão de 0,50 por cento face à contracção de 0,42 por cento no mês de Novembro. Nos últimos 12 meses, cresceu em torno dos 20,16 por cento.
Nos dois últimos meses do ano de 2018, o BNA vendeu o montante de 2,2 mil milhões de dólares aos bancos comerciais, contra 1,5 mil milhões no mesmo período do ano anterior.
Em termos acumulados de 2018, o BNA vendeu 13,5 mil milhões de dólares, contra  12,2 mil milhões em 2017, o que representou um aumento de 10,25 por cento.   
As Reservas Internacionais Brutas situaram-se em 16,16 mil milhões de dólares em Dezembro de 2018, contra 18,23 mil milhões em Dezembro de 2017, representando um grau de cobertura de importações de bens e serviços de 6,8 meses.

Tempo

Multimédia