Levantar dinheiro usando telemóvel

Madalena José |
23 de Abril, 2017

Fotografia: Jaimagens.com

A rede Multicaixa introduz, em Setembro, um serviço que permite o levantamento de dinheiro sem cartão, anunciou em Luanda, o presidente do Conselho de Administração da Empresa Interbancária e Serviços (EMIS).

José Matos disse que o serviço consiste na transferência de um código obtido pela pessoa que envia o dinheiro, com o qual o beneficiário pode fazer o levantamento em qualquer postos de atendimento, mesmo sem o cartão.
O presidente do Conselho de Administração da EMIS revelou que a funcionalidade que já está em desenvolvimento e que a empresa projecta colocar outros serviços e funcionalidades, como o Terminal de Caixa Automática (ATM) nos telemóveis.
Com este projecto, a EMIS quer manter o serviço para os utilizadores que, por vezes, não encontram resposta nos ATM por falta de papel ou por se encontrarem fora de serviço, entre outros problemas que se registam.
Atrás desta funcionalidade, disse, vão surgir outras, porque a evolução tecnológica não pára e Angola não pode ficar por detrás do desenvolvimento que o mundo vai registando.
O presidente do Conselho de Administração da EMIS considera que a partir do momento em que a empresa vai oferecendo  mais opções de serviços, também vai incentivar os utentes a terem conta bancária ou telemóvel e alargar a bancarização.
O pagamento de produtos comprados na Internet é também outro serviço que a EMIS vai implantar no cartão Multicaixa, anunciou José Matos, que assegurou que o serviço vai permitir ao cliente fazer compras e pagar no mesmo computador ou telemóvel. Actualmente, explicou, as pessoas compram produtos na Internet e depois têm de se deslocar a um ATM para pagar. “Queremos poupar tempo e dar segurança aos utentes do cartão”, disse.
Em relação à utilização dos cartões de marca internacional no exterior do país, José Matos informou que ainda não é para breve, porque o banco emissor não tem divisas suficientes. “Há algumas limitações e a nossa moeda não é convertível no exterior”, informou.

Indicadores de 20016

Até Dezembro de 2016, a EMIS tinha 3,3 milhões de cartões activos, anunciou José Matos que considerou que os indicadores da rede mostram que, apesar do abrandamento registado em 2016, a tendência de crescimento se manteve.
Em 12 anos, a empresa passou de 85 para três mil parques de ATM que, até Dezembro, registaram 227 milhões de transacções financeiras, comparadas com Dezembro de 2015, quando o movimento financeiro foi de 204,9 transacções, mais dez por cento.
O número de levantamentos no ano passado representa 50 por cento de todas as operações em ATM e o montante dispensado nas máquinas de todo o país foi de 1,4 mil milhões de kwanzas.
O pagamento de serviços também cresceu com as transferências a liderarem nos últimos anos, devido às limitações que existem em alguns balcões. Em 2015 as transferências ascenderam a 2,340 milhões, contra os 4,420 milhões em 2016, um crescimento de 100 por cento.
As transacções em Terminal de Pagamento Automático (TPA) evoluíram em 40 por cento, com o pagamento das compras próximo ao levantamento nos ATM, mas há a tendência dos  pagamentos em TPA superarem os valores levantados em ATM.
A EMIS, que lançou o serviço de Multicaixa em 2002, tem uma presença em todo território com cerca de três mil caixas automáticas e acima de 65 mil ATM que asseguram em média 30 milhões de transacções financeiras por mês.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA