Economia

Banco Africano concede empréstimo a Cabo Verde

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) anunciou na quarta-feira a concessão de um empréstimo de 20 milhões de euros a Cabo Verde para financiar a primeira fase do Programa de Competitividade do Sector Privado e Desenvolvimento Económico Local.

A carteira do BAD em Cabo Verde incluiu onze operações
Fotografia: DR


O objectivo do programa passa por estimular o sector privado e as entidades locais daquele país, para que possam contribuir mais para o crescimento económico e a criação de postos de trabalho, refere o comunicado.
“O Governo investiu fortemente nas infra-estruturas do país nos últimos anos e o desafio agora é permitir que o sector privado os utilize para o crescimento, criação de empregos e redução da pobreza”, lê-se ainda no documento.
A carteira do BAD em Cabo Verde incluiu 11 operações num montante que rondava os 100 milhões de euros no final de Abril de 2018. O valor inclui um projecto do sector privado - o Projecto Eólico da Cabeólica, avaliado em cerca de 13 milhões de euros.
O sector da tecnologia, informação e comunicação é líder, representando 32,7 por cento, seguido pelo dos transportes com 29,7 por cento, governança com 22,7 por cento, energia com 10,4 por cento, social com 1,6 por cento e água e saneamento com 0,8 por cento.
O programa presta especial atenção ao sector privado, aproveitando as vantagens competitivas de cada uma das ilhas do país, procurando garantir a distribuição espacial das oportunidades económicas.
O BDA alertou na mesma nota que Cabo Verde enfrenta vários desafios que podem dificultar o seu crescimento económico a médio prazo.
“O país enfrenta uma série de restrições estruturais relacionadas com a pequena es-cala do seu mercado interno, a fragmentação do país em várias ilhas e a recursos naturais modestos sobre os quais as autoridades têm pouco ou nenhum controlo”, afirma o comunicado.

Tempo

Multimédia