Economia

Banco de Investimento Rural garante mais créditos agrícolas

Natacha Roberto

O Banco de Investimento Rural (BIR) tem em carteira vários projectos para a concessão de créditos para agricultura, anunciou ontem em Luanda o presidente da comissão executiva da instituição, Rosário José Matias.

Fotografia: DR

Em declarações ao Jornal de Angola, Rosário José Matias informou que em 2017 a instituição aprovou  um volume de crédito superior a mil milhões kwanzas, dos quais disponibilizou  562 milhões.
O Banco de Investimento Rural direcciona as suas políticas de crédito às cooperativas, para permitir que elas sejam facilmente integradas no processo de diversificação da economia nacional, explicou.
Com a aprovação final da lei das cooperativas, o BIR acredita que a contribuição desse tipo de instituições para o Produto Interno Bruto (PIB) vai ser mais significativa.  “A experiência do Brasil, país onde as cooperativas, sobretudo do sector do agro-negócio, contribuem com mais de 35 por cento para o PIB, é para o banco um estímulo, afirmou.
Umas das estratégias do Banco de Investimento Rural, adiantou, é incentivar as cooperativas a investir na produção e fornecimento da matéria-prima para agro-indústria, criação de gado e outras áreas geradoras de riqueza.
 “A ideia é enquadrar estas operações no âmbito do Programa Angola Investe, aprovado pelo Executivo angolano em 2013, que proporciona aos empresários a possibilidade de adquirirem junto à banca crédito em condições bonificadas à taxas de juros de 5 por cento ao ano”, afirmou.
Quanto à estratégia do banco para evitar situações de crédito malparado, Rosário José Matias disse que a instituição acompanha de forma presencial os projectos e outras acções subsequentes para garantir o retorno dos capitais emprestados.
“O crédito malparado acontece quando o devedor deixa de pagar regularmente o valor que deve ao banco e isto pode acontecer por variadíssimas razões”, lembrou o responsável, acrescentando que a situação levou o banco a criar equipas para uma observação permanente dos projectos que financia.
Outra aposta do Banco de Investimento Rural  é o nvestir em infra-estruturas e em novas tecnologias, em linha com um plano para abertura  de novas agências. A aposta nas tecnologias, disse, destina-se a dotar o banco de maior robustez e solidez financeira.

Tempo

Multimédia