Economia

Bancos regionais mantiveram médias de câmbio mais altas

Dois bancos regionais, o de Crédito do Sul (BCS) e Comercial do Huambo (BCH), situaram-se entre os três com as médias mais altas da venda de divisas durante a semana, intercalados pelo Fininbanco Angola, um operador com implantação em Luanda, de acordo com dados compilados pelo Jornal de Angola.

Fotografia: DR

O BCS vendeu o dólar e o euro, respectivamente, a 613,510 e 692,224 kwanzas, o Finibanco a 610,688 e 689,612 e o BCH a 603,623 e 681,476, indicam dos dados coligidos das taxas de câmbio dos bancos comerciais divulgadas pelo BNA ao longo da semana. 

Em sentido inverso, os bancos Kwanza Invest (BKI), Millennium Atlântico (ATL) e Standard Chartered Angola (SCBA) observaram as taxas médias mais competitivas para venda do dólar, situadas em 582,695, 588,408 e 589,451 kwanzas, respectivamente.

Os números dizem que os três últimos bancos mantiveram esse mesmo comportamento na venda do euro, com o BKI a negociar a moeda europeia a 658,016 kwanzas, o SCBA a 660,404 e o ATL a 663,267 kwanzas. 

A média mais alta de venda do dólar, negociada no BCS , foi superior em 2,88 por cento à dos bancos operadores, de 596,363 kwanzas, ao mesmo tempo que 5,29 por cento acima da mais baixa, do BKI, uma relação que, na negociação do euro, é de 2,73 e 5,20 por cento, respectivamente. As taxas de câmbio de referência, apuradas nos leilões de divisas pelo Banco Nacional de Angola (BNA) situaram-se, na sexta-feira, em 586,210 kwanzas por dólar e em 642,078 kwanzas por euro.

Tempo

Multimédia