Economia

Bélgica quer investir no sector portuário

João Luhaco | Moçâmedes

A Bélgica tem interesse em investir no sector portuário e ajudar no desenvolvimento da província do Namibe, afirmou, em Moçâmedes, o embaixador do país europeu em Angola. Jozef Smeats, que terminou, ontem, uma visita de dois dias ao Namibe, foi recebido pelo governador provincial, Archer Mangueira.

Fotografia: DR


A saída da audiência, lembrou, à imprensa, que a Bélgica tem um Porto importante, o de Antuérpia, cuja experiência pode ser transmitida a Angola.
Ao referir-se à cooperação bilateral, o diplomata destacou a necessidade do reforço das relações em áreas, como a comercial e o desenvolvimento dos sectores mineiro e agro-pecuário.

Jozef Smeats avançou, também, a possibilidade de cooperação no domínio da pesquisa, tendo em conta a existência, na província do Namibe, de uma academia de pescas que vai tornar-se universidade.

“Como diplomata da Comunidade Europeia, de que a Bélgica faz parte, informo que a União (Europeia) vai, nos próximos anos, dar prioridade à formação profissional. Por isso ao visitar esta província, perguntei ao governador quais deveriam ser os institutos-chave desta acção. Finalmente, falámos de um sector muito importante, que está um pouco interligado, que é a biodiversidade, o Parque Nacional do Iona e a promoção de um turismo sustentável”, frisou.

O diplomata sublinhou que a Bélgica e os restantes países da União Europeia, e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) olham para o Namibe como uma província extraordinária.

Tempo

Multimédia