Economia

Bié defende gestão adequada dos kits

Autoridades da província do Bié recomendaram um estudo sobre a gestão e utilização adequada do kit de terraplanagem e construção de estradas entregue, no mês de Janeiro último, pelo Ministério da Construção e Obras Públicas.

Obras nas estradas da província do Bié viabilizam a mobilidade
Fotografia: Edições Novembro


Num comunicado saído de um encontro realizado recentemente, na cidade do Cuito, a que a Angop teve acesso, é recomendado o aproveitamento racional da maquinaria, uma medida destinada a permitir a abertura de novos traçados rodoviários, sobretudo para os centros de produção agrícola, e impulsionar o bem-estar da população.
Do kit de equipamentos diversos para terraplanagem entregue para a abertura e/ou reconstrução de vários troços rodoviários da província constam meios como camiões basculantes, de carga geral, cisterna de água. caldeira de emulsão, cavalo mecânico para carregamento de máquinas e pá carregadora.
Há, também, buldozer, moto-escavadora, retro-escavadora, cilindros vibrador, placa vibratória, mini-carregadora, um tractor agrícola, uma fábrica de artefactos de cimento, betoneira à gasolina, cortadora manual, cortador de pavimento, hidro-limpadora, compressor, entre outros meios.
O Bié tem mais de 70 mil quilómetros quadrados e uma malha rodoviária de perto de três mil quilómetros. O Go-verno aposta na recuperação de vias secundárias e terciárias, para garantir a mobilidade de pessoas e mercadorias.
O estado actual das obras paralisadas foi, também, apreciado no encontro, que recomendou melhor articulação entre os empreiteiros e órgãos institucionais, para a sua conclusão. O Ministério da Construção e Obras Públicas tem vindo a implementar um programa de distribuição de kits de equipamentos a todas as províncias, para melhorar a circuação nas rodovias nacionais.

Plano de Intervenção
O Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) prevê, para este ano, a terraplanagem de 600 quilómetros e a asfaltagem de outros sessenta e sete, assim como a reparação de outras vias abertas antes da independência na província do Bié, revela a Angop.
Destaca-se, também, das recomendações do Governo, a abertura de um concurso público, em trinta dias, para a exploração de kits agrícolas, bem como a criação de brigadas de mecanização agrícola para a preparação de terras em todos os municípios.

 

Tempo

Multimédia