Economia

Boeing quer retomar voos do 737 Max

Um alto executivo da Boeing afirmou, sábado, no Dubai, que a companhia pretende reconquistar a confiança dos clientes, estando a trabalhar para que os jactos 737 Max voltem a operar após os acidentes aéreos que causaram mais de 300 mortos.

Aparelhos parados desde Março
Fotografia: Edições Novembro

Depois de os acidentes com os 737 Max terem causado 346 mortos, Stan Deal, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, garante que o objectivo prioritário da empresa é obter a confiança dos reguladores norte-americanos e voltar a operar com segurança o aquele avião.
Falando aos jornalistas no Dubai, uma das maiores plataformas da aviação mundial, Stan Deal vincou que a empresa quer “restaurar a confiança dos clientes e do público em voar na Boeing”, designadamente no 737 Max.
O Boeing 737 Max foi suspenso em Março, depois de dois acidentes que causaram a morte de 346 pessoas, além de apresentar diversos outros problemas técnicos.

Tempo

Multimédia