Economia

Campanha impulsiona o turismo em Angola

Armando Estrela

Angola lançou esta semana a sua campanha de promoção do turismo nacional, ao associar cinco empresas e agentes do turismo nacional ao projecto “Spotlight on Africa & Indian Ocean Islands Travel Expo”, onde, permanentemente, são negociadas tarifas especiais com hotéis e adquirem novos incentivos e ideias para locais de conferências e destinos de férias na região Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Importante emissor turista, Angola deve capitalizar o seu potencial de atracção
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

A internacionalizar o incipiente turismo nacional, com a forte parceria do Ministério do Turismo, da AAVOTA - Associação das Agências de Viagem e Operadores Turísticos de Angola, da TDGS Serviços e da Houston Travel Marketing Services (África do Sul), estão a Taag - Linhas Aéreas de Angola, o HCTA - Hotel Convenções de Talatona, a Ruca Tur, o Skyna Hotel Luanda, a E-Simples Angola - Viagens & Turismo e a Aguita - Associação de Guias e Intérpretes Turísticos de Angola.
A próxima paragem para a promoção do turismo angolano será Moçambique, de 4 a 8 de Julho e depois, em datas por identificar, o Reino Unido e os Estados Unidos, dentro do projecto “Spotlight on Africa Travel Workshop”. Já com a Houston Travel Marketing Services, os próximos destinos são Addis Abeba (Etiópia), no dia 3 de Julho, Nairobi (Quénia), entre 5 e 6 de Julho, e a Escandinávia, entre 20 e 22 de Novembro, para o “Spotlight Nordics Roadshow”, Copenhagen-Stockholm and Oslo.
Derek Houston, há 53 anos como agente de turismo, dos quais 35 a promover o “Spotlight on Africa & Indian Ocean Islands Travel Expo”, disse ao Jornal de Angola que “para trazer negócios em Angola, para trazer turistas em Angola e para desenvolver o turismo em Angola, é preciso sair e encontrar pessoas e é necessário este ‘cadeia’, essa permanente conexão de pessoas.”

“Workshop Spotlight” Luanda

Ao organizar esta semana, no HCTA, a primeira exposição de turismo em Angola, no âmbito do “Workshop Spotlight”, com a parceria da Embaixada da África do Sul em Angola e do Turismo da África do Sul (SAT - South African Tourism), o promotor Derek Houston diz ser uma grande oportunidade e uma boa abertura para os sul-africanos virem para Angola, não apenas para turismo, como também para negócios, mas uma grande abertura para se explorar a parte de eventos na África do Sul.
Esta é a primeira vez que este tipo de eventos virados para o turismo ocorre em Angola, mas o “Spotlight on Africa & Indian Ocean Islands Travel Expo” já tem estado em outros sítios, como Harare, Tanzânia, Lusaka e noutras áreas aqui da região. “Acredito que é uma abertura para o próprio turismo aqui em Angola, muito positivo e também importante para o desenvolvimento do turismo”, sublinhou Derek Houston.Actualmente, Angola é o segundo emissor de turistas para a África do Sul, superado apenas pela Nigéria. Para o promotor sul-africano, “há um grande potencial de turistas a virem a Angola, sejam eles sul-africanos ou da África Ocidental e Oriental, ou de outros pontos do continente. Mas, Angola precisa de promover o seu turismo lá fora, uma vez que todos os outros países se promovem, a si próprios, e o fazem para desenvolver o seu turismo.”
Derek Houston aconselha o país a ter uma marca, uma feira internacional de referência, tal como a África do Sul tem o Indaba e o Zimbabwe tem o Sanganai (Feira de Turismo Sanganai-Hlanganani). “Todos se promovem, mas Angola não tem algo de referência, não se promove, não tem nenhum evento local que faça com que os estrangeiros venham e conheçam o país”, rematou.
Pelo menos, 20 expositores da África Austral e das ilhas do Oceano Índico, entre companhias aéreas, escritórios de turismo, hotéis, “resorts” e operadores turísticos, juntaram-se quarta-feira, no Hotel Convenções de Talatona, em Luanda, no “Workshop Spotlight”, no quadro do projecto “Spotlight on Africa & Indian Ocean Islands Travel Expo”.

Tempo

Multimédia