Economia

Capital russo na agricultura

A Rússia apoia   a implantação de projectos agropecuários da Huíla ligados à  produção de cereais em grande escala e o fomento da criação de gado, anunciou terça-feira, no Lubango, o embaixador daquele país em Angola.

Dimitri Lobachi, que esteve durante algumas horas no Lubango, disse à saída de um encontro com o governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, que as empresas russas têm disponíveis capitais para o investimento na produção de cereais e o fomento da criação de gado.
O diplomata considerou uma mais-valia investir naquela província, onde as  potencialidades nestes dois domínios se assemelham às russas. Anunciou que projectos do género são também executados em Luanda e Huambo.
O embaixador russo disse que nos últimos três anos, a Rússia investiu em Angola 50 milhões de dólares (oito mil milhões de kwanzas) no sector do comércio, mas  os resultados dessas operações não são muito animadores.
A II Feira do Empreendedor da Huíla começou ontem, no Lubango, com a participação de 25 jovens que expõem produtos alimentares e industriais. A feira é promovida pelo Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (CLESE).

Tempo

Multimédia