Economia

Comércio com a China é favorável a Angola

O valor das trocas comerciais com a China ascenderam, no primeiro trimestre, em 61,32 por cento, para 5,55 mil milhões de dólares (cerca de 927 mil milhões de kwanzas) em relação ao mesmo período do ano passado, anunciam dados publicados terça-feira pelo Fórum de Macau.

O valor das trocas comerciais com a China ascenderam, no primeiro trimestre
Fotografia: Jaimagens| Edições Novembro

Naquele período, as exportações para a China cresceram em 66,01 por cento, para 5,14 mil milhões de dólares (cerca de 870 mil milhões de kwanzas), face a importações de  bens no valor de 412 milhões de dólares (cerca de 69 mil milhões), mais 19,28 por cento.
O Fórum de Macau, um mecanismo de cooperação entre os países de língua portuguesa e a China, publicou dados das trocas comerciais entre os dois blocos, relativas ao primeiro trimestre, dando conta de uma expansão global 43,33 por cento, para
23,97 mil milhões de dólares.
No primeiro trimestre do ano passado, as trocas comerciais bilaterais atingiram 16,72 mil milhões de dólares (2,8 triliões de kwanzas), indicam os números divulgados pelo Fórum de Macau.
Nos primeiros três meses do ano, a China exportou para os oito países de língua portuguesa bens avaliados em 7,07 mil milhões de dólares (1,180 triliões de kwanzas), mais 21,09 por cento, e importou mercadorias no valor de 16,89 mil milhões (2,820 triliões de kwanzas), um aumento de 55,27 por cento, assumindo Pequim um défice comercial de 9,82 mil milhões (1,639 triliões de kwanzas).
Com o Brasil, maior parceiro comercial da China em termos mundiais, as trocas ascenderam a 16,77 mil milhões de dólares (2,85 triliões de kwanzas), um crescimento de 44,61 por cento, com a China a  vender bens no valor de 5,62 mil milhões de dólares (938 mil milhões de kwanzas) , mais 32,42, e a  comprar produtos no valor de 11,15 mil milhões (1,862 triliões), mais 51,64.
Em terceiro lugar, está Portugal, com trocas comerciais com a China no valor de 1,16 mil milhões de dólares (193 mil milhões de kwanzas), menos 5,79 por cento, com exportações chinesas no montante de 719 milhões (12 mil milhões de kwanzas), uma queda de 23,51, e importações que ascenderam a 445 milhões (74.315 milhões), mais 50,48 por cento.
O comércio da China com Moçambique atingiu no período 424 milhões de dólares (cerca de 71 mil milhões), mais 4,98 por cento, com as empresas chinesas a exportarem bens no valor de 276 milhões de dólares (46 mil milhões),   um aumento 0,22, e a importarem produtos no valor de 276 milhões (mais 15,10).
Com os restantes países de língua portuguesa - Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste - a China registou no primeiro trimestre trocas comerciais no montante de 43,58 milhões de dólares.

Tempo

Multimédia