Economia

Covid-19: BNI oferece moratória a clientes particulares

Edivaldo Cristovão

O Banco de Negócios Internacional (BNI) anunciou, ontem, que oferece aos clientes particulares com prestações de crédito em curso, uma moratória no pagamento das tranches relativas a Março e Abril.

Fotografia: DR

Nestes dois meses, declara uma comunicado de imprensa enviado à Comunicação Social, fica suspenso o pagamento do capital e juros das prestações de crédito, uma decisão que abrange clientes particulares em situação regular e entra em vigor a partir de domingo.
De acordo com a Administração do BNI, estas medidas surgem, “tendo em conta a situação que o país está a viver, provocada pela pandemia do Covid-19, que tem obrigado a um esforço suplementar para as famílias na aquisição de bens alimentares e medicamentos”.
Em esclarecimentos de-pois prestados ao Jornal de Angola, o BNI declarou que a adesão à moratória é voluntária e que os dois meses de-feridos serão reembolsados sem juros até o final do ano. O banco, com uma carteira de crédito no final do ano passado de 150 mil milhões de kwanzas, considera que, nesta decisão, o que está em causa não é o volume de crédito vincendo.

Tempo

Multimédia