Economia

CPLP e China ajustam novas oportunidades

Regina Handa

O investigador do Centro Chinês de Estudos dos Países de Língua Portuguesa (CE-CPLP), Shang Jing, disse ontem, em Luanda, num encontro de empresários e investidores, que as oportunidades e desafios para o alcance do mercado comunitário são apostas a ter-se em conta pela China e os Estados-membros.

Fotografia: DR

Shang Jing disse que um dos principais desafios que os países da CPLP têm que ter em conta no desafio para o desenvolvimento económico é a segurança da sociedade, o ambiente de negócio (investimento estrangeiro), as características políticas e económicas e, por último, a abertura ao investidor estrangeiro.

O presidente da Associação de Empresários e Executivos Brasileiros em Angola (AEBRAN), Marcos Chaves, chamou a atenção para a quarta revolução induatrial, que é a transformação digital, e aconselhou a enquadrar este tópico nas estratégias de desenvolvimento a adoptar pela CPLP.
O presidente da Associação de Jovens Naturais e Amigos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), António Costa, disse que uma vez que a comunidade se debate com sérios problemas económicos e políticos, entenderam por bem realizar o encontro para contribuir e trocar experiências, visando analisar de forma descomplexada o futuro político e económico da comunidade.

Tempo

Multimédia