Economia

Demissões preocupam Sindicato de Bancários

Venâncio Víctor|Malanje

A delegação provincial de Malanje do Sindicato Nacional de Empregados Bancários de Angola (SNBA) manifestou-se preocupada, no sábado, com a onda de despedimentos de pessoal no sector e o atropelo de direitos adquiridos.

Banco de Poupança e Crédito
Fotografia: DR

Venâncio Víctor | Malanje

A delegação provincial de Malanje do Sindicato Nacional de Empregados Bancários de Angola (SNBA) manifestou-se preocupada, no sábado, com a onda de despedimentos no sector e o atropelo a direitos adquiridos.
A preocupação foi manifestada pelo vice-delegado provincial do SNEBA em Malanje, Hemersom Caholo, que defendeu uma maior divulgação dos estatutos daquela organização sindical, tendo em vista a elevação da consciência jurídica dos filiados.
Hemersom Caholo falava no termo do acto eleitoral em que Mário Machado foi reconduzido ao cargo de delegado provincial e ele eleito vice-delegado, por um período de cinco anos.
Na ocasião, Hemersom Caholo defendeu a necessidade do reforço da assistência jurídica aos filiados, de modo a que possam defender-se melhor de possíveis abusos aos seus direitos.
Outra medida defendida pelo recém-eleito vice-delegado do Sindicato de Empregados Bancários em Malanje, tem a ver com o alargamento da actuação da instituição, devendo abranger, além de colaboradores filiados, os não filiados.
A maior preocupação da instituição, de acordo com Hemersom Caholo, tem a ver com os despedimentos ilegais que se registam em algumas instituições bancárias e com os atropelos de direitos adquiridos.
Criado em 1999, o Sindicato Nacional de Empregados Bancários de Angola tem, em Malanje, mais de 200 filiados, a maioria dos quais ligados ao maior banco público comercial.

 

 

Tempo

Multimédia