Economia

Dezenas de cooperativas beneficiam de apoio de alívio económico

Venâncio Victor|Malanje

Um total de 15 cooperativas agrícolas beneficia de financiamentos globais de 50 milhões de kwanzas, no âmbito das medidas de alívio económico tomadas para minimizar os efeitos da Covid-19.

Fotografia: DR

O referido programa visa, fundamentalmente, a aquisição da produção do campo, fornecimento de fertilizantes e outros inputs, segundo deu a conhecer o director do Gabinete Provincial para o Desenvolvimento Integrado, José Domingos.  

Malanje conta ainda com oito projectos identificados que vão proceder à aquisição da produção agrícola no campo e que já procederam à assinatura do memorando com o Instituto Nacional de Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) para a operacionalização das referidas acções, estando em curso a remessa dos processos ao BDA, para o financiamento.

Depois de assinado, o referido memorando passa para a fase de negociações entre os comerciantes e o BDA para a definição de valores e de outros procedimentos. O director José Domingos, defendeu ainda a necessidade da conversão das associações interessadas em cooperativas, para facilitar a concessão do crédito no âmbito do alívio económico, se for tido em conta que estas têm carácter filantrópico, enquanto as cooperativas, de acordo a lei, têm as características de uma empresa.

“É nesta base que estamos a trabalhar em cooperação com outras instituições, como os gabinetes da agricultura, justiça, o IGCA, o INAPEM e as administrações municipais e outros para a sua efectivação”, disse o director do Gabinete Integrado para o Desenvolvimento Económico. 

No âmbito do PRODESI, cujo programa vai até 2022, o responsável explicou que a província de Malanje tem algumas acções em curso, que, apesar terem iniciado de forma tímida devido à pandemia, beneficiaram das medidas de apoio que o Ministério da Economia e do Planeamento tem divulgado, do que resultou um aumento de empresas com o interesse de investir.

José Domingos revelou que, neste momento, mais de 100 projectos deram entrada para a execução de investimentos em Malanje. Deste número de empresas, 85 encontram-se na fase de caracterização e triagem, contando-se dois projectos ligados ao sector da Indústria em fase de negociações e um aprovado, pertencete à Fazenda Luck Man e avaliado em mais de mil milhões de kwanzas.

Os processos passam a ser submetidos em cinco fases, que iniciam pelo INAPEM, bem como o Gabinete de Desenvolvimento Integrado para triagem para a selecção dos comerciantes que reunirem as condições requeridas para o financiamento, como é a possuir a actividade ligada à produção de 54 produtos bens essenciais publicitados no Portal do Produtor.

O director do Gabinete Provincial de Malanje para o Desenvolvimento Integrado fez saber ainda que está em curso uma medida de apoio às empresas na elaboração de projectos de investimento, por torma a tornarem-se bancáveis e reduzir o número de devoluções que muitos processos sofrem.

Tempo

Multimédia