Economia

Diferencial entre taxas de câmbio aumentou durante a semana

As taxas de câmbio médias de venda do dólar mais competitivas entre os bancos comerciais, ao longo da semana, foram aplicadas pelo Kwanza Invest (BKI), Standard Chartered (SCBA) e de Desenvolvimento de Angola (BDA), onde a moeda dos Estados Unidos foi transaccionada a 569,439 kwanzas, assim como a 572,097 e a 574,258, respectivamente.

Fotografia: DR

Em sentido contrário, os bancos Comercial do Huambo (BCH), VTB África e de Negócios Internacional (BNI) venderam o dólar às taxas médias mais elevadas, situadas em 608,931 kwanzas, bem como a 598,467 e e 589,733. A taxa média mais alta, do BCH, era 6,94 por cento superior à mais baixa, do BKI, e em 4,54 por cento mais elevada que a média dos bancos comerciais, de 582,503 kwanzas, segundo dados compilados pelo Jornal Angola.

As taxas de câmbio médias de venda do euro mais competitivas foram observadas pelo SCBA, BKI e Millennium Atlântico (ATL), que negociaram a moeda europeia a 659,112, a 662,775 e a 670,279 kwanzas, contra as taxas mais altas às que ocorreram as transacções no BCH (707,655 kwanzas), VTB (696,631) e Banco Yetu (687,125).

O câmbio médio mais alto, do BCH, era superior ao menor (SCBA) em 7,36 por cento, e 4,19 por cento mais elevado que a média dos bancos, de 679,218 kwanzas. Na semana anterior, a taxa de câmbio média mais alta de venda do dólar superou em apenas 2,78 por cento a média dos bancos e 5,83 por cento a mais baixa, uma relação que, no euro, foi de mais 2,81 e 5,81 por cento.

Tempo

Multimédia