Economia

Dívida de consumo está em crescimento

O valor que os clientes devem à Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) no Huambo é de 1.596,5 milhões de kwanzas, mais 113.652.735 que em Fevereiro.

Fotografia: Jaimagem|Edições Novembro


A informação foi prestada na sexta-feira à Angop pelo director da ENDE no Huambo, Noé Chitata, que alertou para o facto da dívida estar a crescer todos os meses, em resultado do incumprimento do pagamento do consumo de energia, principalmente na capital, Caála e Bailundo.
O director da ENDE no Huambo disse que aqueles serviços levam a cabo campanhas de sensibilização dos consumidores para mudarem de atitude, a fim de permitir a recuperação da dívida.
Noé Chitato frisou que os consumidores devem cultivar o hábito de pagar os serviços públicos, para possibilitar ao Governo a realização de outros investimentos para melhorar a qualidade de vida das populações, a exemplo da instalação da nova Central Térmica do Belém, que vai reforçar a produção e distribuição de energia.
“Há um esforço muito grande por parte do Governo para alargar a rede eléctrica em vários pontos do país. Os consumidores têm a obrigação de comparticipar, para serem implementados outros investimentos públicos”, sublinhou.
O responsável também manifestou preocupação com os casos de vandalismo que se registam nos postos de transformação e nas redes de baixa tensão, principalmente nas zonas suburbanas do Huambo e Caála, motivando restrições no fornecimento.

SAPO Angola

Tempo

Multimédia