Economia

Embaixador de Angola apresenta em Londres mina de Cassala-Kitungo

O embaixador de Angola no Reino Unido apresentou ontem em Londres, aos investidores locais, a concessão de ferro de Cassala-Kitungo, no Cuanza-Norte, com uma superfície de 7 mil 750 quilómetros quadrados.

Fotografia: Dr

Rui Mangueira foi o principal orador institucional no encontro, que visou apresentação técnica (roadshow) das cinco concessões mineiras, que são submetidas a concurso público em Outubro.
Segundo Rui Mangueira, a concessão de ferro de Cassala-Kitungo, no Cuanza-Norte, possui dois depósitos nas margens do Rio Lucala, ligada a Luanda, por estrada e linha férrea.
Uma outra concessão apresentada por Rui Mangueira tem a ver com o jazigo da Cácata, de produção de fosfato, em Cabinda, por dispor de bens e serviços públicos como estradas excelentes, água, electricidade, porto e aeroporto
A Lucunga, no Zaire, é a segunda concessão de fosfato, beneficiando do grande interesse das autoridades angolanas impulsionarem o sector mineiro, apontou o diplomata angolano em serviço no Reino Unido.
As concessões diamantíferas de Camafuka Camazambo e Tchitengo foram apresentadas como “um dos maiores depósitos de diamantes do mundo”, enfatizou o orador.
O antigo docente universitário assegurou que a concessão de diamantes de Camafuka Camazambo, beneficiou mesmo de estudos no período de 2007 a 2011.
O roadshow de Londres foi o quarto realizado desde que as apresentações iniciaram em finais de Agosto, em Luanda, tendo passado, depois pelo Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e Pequim, na China, esperando-se uma última em Nova Iorque, no fim do mês.
O próximo concurso público de licitação está marcado para 7 de Outubro.

Tempo

Multimédia