Economia

Emissão de eurobonds é de dois mil milhões

A emissão de eurobonds que Angola projecta para este ano é de dois mil milhões de dólares norte-americano, pouco mais de 404 mil milhões de kwanzas, de acordo com números do Programa de Estabilização Macroeconómica (PEM).

Títulos públicos em dólares ao invés de garantias petrolíferas
Fotografia: Edições Novembro

A decisão faz parte das medidas de ajustamento estrutural e de controlo da dívida pública, o que inclui uma renegociação dos débitos bilaterais com base no “alongamento da curva da dívida”, reduzindo o montante dos pagamentos a curto prazo.
A agência de imprensa britânica Reuters citou na quarta-feira fontes bancárias a afirmarem que a emissão deve ocorrer no primeiro trimestre.
Fontes oficiais ouvidas pelo Jornal de Angola confirmaram esse projecto do Governo, estimando que vá “correr bem”, sobretudo, depois dos juros da dívida pública angolana terem caído de 9,00 para 7,00 por cento no mercado internacional a seguir ao início do ajustamento económico.
O valor da emissão será empregue no reembolso dos atrasados de 2014, avaliados em um trilião de kwanzas (4,9 mil milhões de dólares) , afirma o documento, revelando que o total da dívida atingiu, no ano passado, 12,5 triliões de kwanzas, acima dos 5,9 triliões de 2014.
O plano descrito no PEM descarta o emprego da ga­rantias petrolíferas para o pagamento da dívida, considerando-o um “instrumento esgotado”, já que “os embarques de petróleo estão completamente comprometidos com a manutenção da dívida com três países: China, Brasil e Israel”.

Tempo

Multimédia