Economia

Empresa compra arroz das famílias agrícolas

Cerca de 30 toneladas de arroz foram compradas a aproximadamente 300 famílias agrícolas no município do Luquembo, província de Malanje, pela empresa Agrocan Songo.

Mais de 300 famílias camponesas começam a vender os produtos a empresas privadas


Depois de sucessivos anos com reclamações da deterioração de toneladas de arroz, por falta de escoamento, pela primeira vez, uma empresa compromete-se a contratar as produções futuras da população local.

Segundo o director do Gabinete Provincial de Desenvolvimento Económico Integrado de Malanje, José Domingos, está em curso o processo de expansão da contratação da compra futura da produção das populações dos municípios de Cambundi Catembo e de Quirima. Até 1974, as famílias da região produziam cerca de 23 mil toneladas de arroz por ano.

A Agrocan está a instalar um centro de compra no Luquembo, para ter uma ligação permanente com os produtores de toda a região. No acto da primeira sessão de compra e venda, José Domingos apelou à exploração da oportunidade de se investir numa pequena unidade de descasque de arroz para o produto sair do município com valor acrescentado.

O objectivo é dar maior valor ao cereal e criar uma marca que promova a região. A província começa, assim, a materializar o Decreto Presidencial nº 23/19 de 14 de Janeiro, diploma que promove a substituição das importações e obriga os importadores de bens a consultarem o mercado interno antes da importação.

Tempo

Multimédia