Economia

Empresa extinta tem grande dívida salarial

Filipe da Silva | Huambo

Os 39 trabalhadores da extinta empresa de mecanização agrícola Mecanagro no Huambo, filiados ao Sindicato de Trabalhadores da Agro-pecuária, Pescas e Derivados, reclamam o pagamento dos 30 por cento dos salários em falta, das contribuições para a Segurança Social e do valor das indemnizações.

Fotografia: DR

A informação foi revelada pela secretária-geral deste sindicato, Luzia Baptista, que considerou tais dívidas como um dos principais, mas “difíceis e complexos” assuntos que a organização acompanha, embora já tenha sido pago 70 por cento da dívida salarial relativa a 15 meses.
Como solução para a dívida, o sindicato e os trabalhadores solicitam o enquadramento no Ministério da Agricultura e Florestas, o que pode levar à preservação do bem-estar dos lesados: “a qualidade de vida deles, como criadores de riqueza, está dependente do pagamento regular dos salários”, disse.
“A luta sindical pela transição automática de categorias”, aponta a secretária-geral do Sindicato dos Trabalhadores da Agro-pecuária, Pescas e Derivados do Huambo, deve continuar para que “conquistem novos postos profissionais, promoções e actualização de categoria”.

Tempo

Multimédia