Economia

Entreposto de Caxito já está em operações

Alfredo Ferreira | Caxito

O Bengo conta, desde quarta-feira, com o Entreposto de Madeira de Caxito, um posto intermédio nas operações de corte, transformação e exportação que vai envolver todos os exploradores florestais da província e das províncias do Uíge e Zaire.

Secretário de Estado para as Florestas (centro), no Entreposto
Fotografia: Edmundo Eucilio | Edições Novembro| Bengo

O entreposto, na quarta-feira visitado pelo secretário de Estado para a área Florestal, André Moda, tem capacidade para receber dez mil contentores e está enquadrado nas medidas do Executivo para melhorar a gestão dos recursos florestais a nível do país.
O director do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), Simão Nzau, disse que o Entreposto de Caxito também vai poder atender as operações provenientes do Leste e Sul do país e permite exercer uma fiscalização mais efectiva dos produtos destinados à exportação. “Só com estas medidas se vai  evitar a exploração e exportação ilegal de madeira que nos últimos anos se tem  registado em várias partes do país.”
A intenção do Governo é controlar a actividade em todo o território nacional, razão pela qual está prevista a construção de seis entrepostos, além de Caxito, em Icolo e Bengo, Cabinda, Moxico, Lobito e Menongue.
Depois dos seis entrepostos estarem a funcionar, o Governo vai implementar outras medidas em algumas fronteiras, nas quais ocorrem saídas de madeira.

Tempo

Multimédia