Economia

Escoamento é dificultado pela ausência de crédito

Augusto Cuteta

A escassez de financiamento e o débil acesso da cadeia de produção aos mercados de consumo são os maiores de dez principais constrangimentos verificados no comércio rural, considerou, em Luanda, o director nacional do Comércio Interno e Serviços Mercantis.

Participantes ao encontro de divulgação do Prodesi
Fotografia: Eduardo Pedro | Edições Novembro

Estevão Chaves, que apresentava o “Projecto Integrado de Desenvolvimento do Comércio Rural 2018-2022” numa reunião realizada em Viana para divulgação do Programa de Apoio à Diversificação das Exportações e Substituição de Importações (Prodesi), realçou que os problemas começam com o escoamento das colheitas para o mercado de abastecimento.
Para combater este problema, o Executivo está a criar com o Prodesi (que já foi apresentado em 16 províncias), um projecto para identificar os principais constrangimentos, com vista a adoptar as medidas mais adequadas para contrapô-los.
O director nacional do Comércio Interno e Serviços Mercantis disse que, nesta senda, já existem dez medidas, focadas na “Promoção e Facilitação do Desenvolvimento de Mecanismos de Mercado” e na “Aplicação de Incentivos à Produção e Escoamento via Regulação”.
Estêvão Chaves apontou como primeira medida o alinhamento estratégico entre os departamentos ministeriais (Comércio, Finanças, Defesa, Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Transportes, Pescas e do Mar, Indústria, Administração do Território, Agricultura e Florestas e outros).
Citou, igualmente, a criação de uma plataforma de visibilidade dos produtos nacionais (localização, qualidade e quantidades), promoção e fortalecimento do associativismo, agregação de valor ao produto nacional para concorrer com o importado, bem como a melhoria e fortalecimento de infra-estruturas.
Além dessas medidas, Estêvão Chaves falou da necessidade da promoção dos produtos nacionais (com vista à sua utilização, por exemplo, na merenda escolar), financiamento para o sector privado, criação da legislação sobre o comércio rural, alinhamento das importações e incentivo à compra nacional.

Tempo

Multimédia