Economia

Fábrica Flo Tek com prejuízos de 90% na produção de plásticos

António Eugénio

A empresa Flo-Tek, com capacidade de produzir 1.400 toneladas de produtos plásticos por mês, regista hoje uma produção de apenas 150 toneladas, representando uma perda na produção de 90 por cento.

Receitas resultantes de vendas caíram mais de 75 por cento
Fotografia: Edições Novembro

A informação foi avançada pelo responsável da empresa Sridhar Ramarão, ao referir-se que os prejuízos são consequência do surgimento da Covid-19. Adiantou que para manter a produção investe anualmente mais de 12 milhões de dólares. Face à queda da produção, as receitas de venda caíram mais de 75 por cento, adicionados a perdas de financiamento e depreciação, por períodos longos de armazenamento, da matéria-prima.

Para manter a estrutura, o gestor acrescentou que impulsionou um investimento em máquinas e infra-estruturas de dois milhões de dólares. As perdas financeiras e produtivas resultaram também na redução da expansão de novas tecnologias e novos produtos, a adaptação de uma forma nova de negócio e a uma abordagem para uma mudança para formatos de trabalhos virtuais.

O empresário alerta o Governo a imprimir um maior investimento em projectos agrícolas, com auto-sustentação para as necessidades de alimentos para Angola, diversificando para níveis de micro e macro economia, assim como o apoio às indústrias, mediante financiamento a taxas que deviam variar entre 5 e 6 por cento, para ajudar a recomeçar e incentivar os produtos locais no mercado.

Tempo

Multimédia