Economia

Fábricas no Tomboco criam mais empregos

Duas fábricas, uma para transformar o milho em grão em ração animal e outra para alterar a mandioca em farinha, foram entregues no município do Tomboco, província do Zaire, pela ministra da indústria, Bernarda Gonçalves Martins.

Fotografia: JAImagens | Edições Novembro

A fábrica de transformação da mandioca deve produzir duas toneladas de farinha de bombó por hora, ao passo que a de ração animal tem capacidade para modificar uma tonelada de milho por hora. A ração a produzir deve ser direccionada a uma variedade de animais, entre os quais o gado caprino e bovino, suínos e aves.
As duas unidades fabris, que ocupam uma área de 13 hectares, custaram aos cofres do Estado  dois milhões de dólares e estão inseridas no programa do Ministério da Indústria, denominado “Fomento da Pequena Indústria Rural”, lançado em 2015, no quadro das políticas do Executivo de combate à pobreza no meio rural. Esse programa de fomento da indústria no meio rural arrancou no país nos municípios de Tomboco (Zaire), Canjala (Benguela) e Cacuso (Malanje).
Com o funcionamento destas indústrias, a província do Zaire cria 20 postos de trabalho qualificado:  “Estamos aqui para apresentar as primeiras fábricas do Parque Industrial do Tomboco, que deve reunir um total de dez fábricas de processamento dos produtos agrícolas”, comentou a ministra da Indústria. A visão do Executivo, disse a ministra, é criar um programa inclusivo e dinâmico de uma indústria virada para o campo.
Fernando Neto | Tomboco

Tempo

Multimédia