Economia

Facilitada a aquisição de selos

A cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene, conta, desde sábado, com dois postos móveis para a comercialização de selos da taxa de circulação referentes ao ano de 2018, noticiou a Angop.

Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

A iniciativa, de acordo com a Administração Geral Tributaria (AGT), insere-se na campanha de sensibilização que a instituição vinha desenvolvendo sobre o cumprimento voluntário desta obrigação fiscal.
O chefe da Repartição Fiscal de Ondjiva, Joaquim Fernandes, disse que, durante a campanha que terminou no último sábado, foram interpelados e sensibilizados 998 automobilistas e motociclistas na cidade de Ondjiva.
Ao pagarem a taxa de circulação dentro dos prazos, lembrou, os automobilistas cumprem com um dever fiscal, de que resultam receitas públicas necessárias à manutenção das estradas.
A Repartição Fiscal de Ondjiva tem disponíveis 2.316 selos, sendo 1.512 para automóveis ligeiros, 468 para motociclos e 336 para automóveis pesados.
O pagamento do selo da taxa de circulação, em curso em todo o país desde o dia 1 de Janeiro, termina a 30 de Abril próximo.
Na província do Cunene, os selos podem ser encontrados nas repartições fiscais de Ondjiva, que atende os municípios do Cuanhama, Namacunde e Cuvelai, bem como na do Xangongo, que cobre os municípios de Ombadja, Curoca e Cahama.

Tempo

Multimédia