Economia

Fazenda aposta na mandioca

Em declarações à imprensa, o presidente executivo deste empreendimento, Paulo Xiong, referiu que fruto deste investimento, regista-se também a produção de grande quantidade de milho, peixe e animais, com objectivo de ombrear ao lado das maiores fazendas de Angola.

Fotografia: DR

O responsável, que falava no âmbito da visita do ministro da Agricultura e Florestas, Marcos Nhunga, fez saber ainda que estão em plantação três mil hectares de mandioca e 800 de arroz, a título experimental.
Referiu que, a partir de 2019, a aposta da fazenda será a criação de 400 mil animais suínos, para a produção de chouriço e salsicha, bem como a reprodução de peixes em viveiros para a dieta alimentar das famílias.
Realçou que futuramente será produzida 48 toneladas de carne/dia, para reduzir a importação desse produto.
Disse que o investimento previsto para os próximos anos atingirá duzentos milhões de dólares norte-americanos, para a produção de diversas culturas alimentares e animais.
A fazenda Luckyman ocupa uma área 100 mil hectares, existe desde há mais de dois anos e produz variedades de frutas, com destaque para maracujá, goiaba, melancia, banana, laranja e outras.
De iniciativa privada, o empreendimento agro-industrial conta com novas tecnologias no processo de produção e surgiu numa parceria entre empresários chineses e angolanos.

Tempo

Multimédia