Economia

Feira da Banana atrai cerca de 150 expositores

Alfredo Ferreira|Caxito

O ministro da Agricultura, Marcos Nhunga, inaugura hoje em Caxito, capital da província do Bengo, a 7ª Feira da Banana (FEIBA), que encerra no sábado.

Produtores individuais dividem espaço com empresários
Fotografia: Edmundo Eucilio |Edições Novembro

O evento decorre na  Fa-zenda Nova Agrolíder, onde estão presentes cerca de 150 expositores nacionais e estrangeiros, sob o lema “Agricultu-ra em Angola, avançando e criando bases sólidas para a diversificação da economia”.
Em entrevista ao Jornal de Angola, o vice-governador do Bengo para a Esfera Económica e Social, António Martins, disse que, até on-tem, estavam confirmadas as  presenças de expositores das províncias de Malanje, Cuanza-Norte, Huambo, Cunene, Huíla, Uíge, Zaire, Cuando Cubango, Namibe, Cabinda e quatro de Portugal.
O grande objectivo da FEIBA é a divulgação das potencialidades agrícolas da província do Bengo e noutras áreas. No âmbito do certame são realizadas palestras sobre matérias ligadas à virose da banana e à exportação do produto.
A feira é organizada pelo Governo Provincial do Bengo, em parceria com as empresas Eventos Arena, Novagrolíder e Caxito Rega, com a participação de produtores locais e das províncias de Malanje, Uíge e Zaire, que consideraram o certame proveitoso, sobretudo por terem conseguido vender grande parte dos produtos que levaram e o estabelecimento de acordos para fornecimentos futuros.
A feira introduziu este ano inovações na apresentação das potencialidades do Bengo nos sectores da indústria, agricultura, turismo, transportes, pescas, obras públicas e geologia e minas.
A primeira edição foi realizada em 2012 na Açucareira de Caxito, com 100 expositores, enquanto as quatro feiras posteriores decorreram no mercado do Panguila, com uma média de 200 expositores por certame.
 O porta-voz da feira, João Mpilamosi, adiantou que os primeiros classificados vão receber certificados, cabendo ao primeiro o da “banana de ouro”, ao segundo o de “ba-nana prata” e ao terceiro ao “banana de bronze”.
A nível das grandes empresas, prosseguiu João Mpilamosi, a premiação vai recair para o melhor stand de produtores de máquinas e equipamentos. O corpo de júri reserva, ainda, um galardão para a melhor cobertura jornalística do evento.
Além de empresários,  participam na feira  25 feirantes, entre empreendedores e pequenos comerciantes que  expõem os seus produtos, incluindo serviços de restauração.
Os produtores familiares apresentarão diversos produtos do campo como mandioca, milho, feijão, cana-de-
açúcar, café, inhame e batata-doce, que vão fazer as delícias dos potenciais compradores.

Tempo

Multimédia