Economia

França financia micro-projectos

Natacha Roberto

A Embaixada da França em Angola disponibilizou-se a assumir parte dos orçamentos de sete micro-projectos agrícolas, sob coordenação de igual número de organizações da sociedade civil, nas províncias de Luanda, Bengo, Huambo, Cuanza-Norte, Uíge, Cuanza-Sul e Zaire.

Embaixador da França, Sylvain Itté
Fotografia: DR

No global, de acordo com o embaixador da França, Sylvain Itté, aquele país vai disponibilizar 300 mil dólares, cabendo a cada organização entre 30 e 40 mil dólares.
O montante vai ser canalizado à Associação para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), Associação de Desenvolvimento Reintegração e Solidariedade Comunitária (ADRSC), Associação dos Naturais e Amigos do Bembe para o Desenvolvimento (ANABD), Associação COSPE, Viana Permacultura e a Igreja Evangélica de Angola.
Num encontro com jornalistas, o embaixador de França informou que a iniciativa insere-se num projecto de apoio à sociedade civil angolana, denominado ADISA. “A nossa intenção é apoiar o sector da agricultura familiar, responsável por mais de 90 por cento da superfície agrícola deste vasto país”, disse.

Tempo

Multimédia