Economia

Governo do Bié projecta novos traçados rodoviários

O governo da província do Bié recomendou ao gabinete Provincial dos Serviços Técnicos e Infra-estruturas a realização de um estudo sobre a gestão e utilização adequada do kit de terraplanagem e construção de estradas, entregue a 27 de Janeiro do ano em curso pelo Ministério da Construção para assegurar a fluente circulação de pessoas e mercadorias.

Acesso a áreas de cultivo pode melhorar com acções do PIIM
Fotografia: Edições Novembro

De acordo com um comunicado tornado público, resultante da II reunião ordinária do governo local, a que a Angop teve acesso, o aproveitamento racional da maquinaria vai permitir a abertura de novos traçados rodoviários, sobretudo para os centros de produção agrícola, no âmbito do Programa de diversificação da Economia local e impulsionar o bem-estar das populações.
O Bié tem mais de 70 mil quilómetros quadrados e uma malha rodoviária de perto de três mil quilómetros, daí que o governo, para garantir a mobilidade de pessoas e mercadorias, vai apostar na recuperação de vias secundárias e terciárias, assim como de algumas ruas para melhorar a imagem das cidades.
O documento faz ainda referência, que no âmbito do Plano Integrado de Intervenção Municipal (PIIM), na região, este ano, prevê-se a terraplanagem de 600 quilómetros e a asfaltagem de outros 67, assim como a reparação de vias construídas na época colonial, que se encontram em avançado estado de degradação.
Durante o encontro, o governo apreciou ainda a utilização dos Kits de mecanização agrícola atribuídos à província, tendo recomendado a abertura de concurso público num prazo de 30 dias, para a exploração dos referidos equipamentos.

Tempo

Multimédia