Economia

Governo Provincial investe em exposição

Ana Paulo

As autoridades do Huambo empregam 250 milhões de kwanzas na promoção da Expo Huambo-2018, uma exposição multissectorial marcada para o período de 27 a 30 de Setembro, anunciou ontem, em Luanda, o governador daquela província.

Fotografia: EDIÇÕES NOVEMBRO

João Baptista Kussumua, que falava no lançamento da feira, dois dias depois de ter sido apresentada no Huambo, declarou que o certame é realizado para atrair investimentos do sector privado para a província, que dispõe de um potencial de dois milhões de hectares de terra disponível para exploração produtiva.
Os objectivos a alcançar estão alinhados à estratégia nacional de desenvolvimento, em prol da qual são necessárias acções concretas e iniciativas públicas e privadas que criem bases sólidas para promover a criação e dinamização da indústria local.
Em resultado dessas apostas, o Governo pretende aumentar a oferta quantitativa e qualitativa de emprego, elevar a qualidade de vi-da da população e contribuir para a diversificação da economia nacional.
Além da terra disponível, o Governo Provincial do Hu-ambo oferece aos investidores bens e serviços públicos assentes, sobretudo no espaço logístico e académico representado pela região, bem como abundantes fornecimentos de energia eléctrica - a província tem um potencial de produção de quase 130 megawatts de electricidade disponível, sem contar com a futura ligação à Barragem do Laúca.
O director do Gabinete de Estudos e Planeamento da província, Marlino Sambongue, prometeu incentivos fiscais que vão dos 15 por cento, para  o imposto de Cisa, aos 60 por cento do Imposto Industrial.
A I Expo-Huambo é realizada no pavilhão multiusos Osvaldo Serra Van-Dúnem, numa área bruta de quatro mil metros quadrado, e contará ainda com cem expositores e cinco mil visitantes, ao mesmo tempo que 350 participantes num Fórum de Investimento que ocorre ao longo da feira, que também assinala 106 anos daquela cidade.

Tempo

Multimédia