Economia

Grupo Cobalt vende activos petrolíferos

O grupo norte-americano Cobalt International Energy está em negociações com potenciais compradores dos dois blocos que detém no pré-sal em Angola e que estão envolvidos num processo de arbitragem internacional, de acordo com o documento em que são anunciados os resultados do segundo trimestre.


O grupo afirmou estar à espera que estas conversações com os potenciais compradores possam ajudar a quebrar o impasse existente com a estatal Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), a propósito da participação de 40 por cento que o grupo detém nos blocos 20 e 21 do pré-sal, na bacia do rio Cuanza.
O tribunal arbitral está actualmente a ser constituído, informou o grupo, para acrescentar que, no decurso de reuniões realizadas com a administração da Sonangol, as partes anunciaram pretender resolver, de forma amigável, o contencioso existente, que surgiu quando a estatal angolana recuou na decisão acordada de pagar 1,75 mil milhões de dólares pelas duas participações.
O grupo anunciou em Maio passado ter intentado uma acção de arbitragem junto da Câmara de Comércio Internacional, exigindo mais de dois mil milhões de dólares à Sonangol, por incumprimento do acordo.
Na altura, o grupo argumentou que o cancelamento do acordo, bem como a incerteza que rodeia o negócio, fizeram com que fosse impossível encontrar um comprador para aquelas duas participações petrolíferas no mar.

Tempo

Multimédia