Economia

Fertilizantes começam a ser distribuídos no país

As mais de trinta mil toneladas de fertilizantes importadas do Reino de Marrocos e transportadas pelo navio de bandeira panamenho “Chise Buiker”, atracado no Porto do Lobito (Benguela), já começaram a ser distribuídas para a campanha agrícola 2019/2020, noticiou a Angop.

Adubos em distribuição têm como referência NPK 12-24-12
Fotografia: DR

O director nacional da Agricultura, António Sozinho, referiu que as províncias do Bié, Huambo e Huíla são as primeiras a receber as quantidades dos adubos compostos NPK 12-24-12 e garantiu que a transportação será célere. “Os agricultores podem estar descansados, já que o Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) está a trabalhar para que o adubo siga, a partir do Lobito, em direcção ao interior do país, mormente para as zonas de maior produção, quer por via rodoviária quer ferroviária, através das empresas importadoras”, sublinhou António Sozinho.
António Sozinho indicou que neste momento a distribuição está a ser feita pelas próprias empresas envolvidas no processo de importação e que a vinda deste navio ao país é resultado de uma parceria estratégica com o sector privado, em que o Governo ajuda no fornecimento de fertilizantes de Marrocos directamente às empresas nacionais a preços mais acessíveis.
O responsável da Agricultura acrescentou que decorrem negociações para a vinda de um navio da Federação Russa com mais 30 mil toneladas de adubos simples.

Tempo

Multimédia