Economia

Missão contactou firmas holandesas

Uma delegação institucional estabeleceu, entre domingo e quarta-feira, em Haia, Holanda, 28 empresas do país europeu interessadas em implantar negócios em Angola, com incidência na produção e importação de frutos e construção de infra-estruturas adequadas para a exportação através do Corredor do Lobito.

Contactos entre delegações de Angola e Holanda
Fotografia: DR

Uma nota de imprensa de Embaixada na Holanda enviada à nossa redacção dá conta de contactos mantidos com empresas para a produção em Angola e a exportação para a Holanda de frutos como banana, ananás e outros citrinos, abacate e manga, para o que as empresas daquele país projectam estruturas logísticas apropriadas.

Os contactos envolveram a delegação liderada pelo director-geral do Conselho Nacional de Carregadores (CNC), Catarino Fontes Pereira, integrada por representantes dos ministérios dos Transportes, da Economia e Planeamento e do Comércio, além do Corredor do Lobito.

Entre as empresas holandesas, figuravam a Agrofar, a Kloosterboer e o Terminal  de Contentores de Roterdão. A nota revela, ainda, o lançamento de uma seminário consagrado ao comércio entre os dois países.De acordo com o documento, os contactos estão inseridos na estratégia do Governo de criação de condições para a captação de investimento estrangeiro.

Tempo

Multimédia