Novos petroleiros na frota angolana


7 de Abril, 2017

Fotografia: Https://tecpetro.co

A Sonangol Shipping anunciou ontem, num comunicado, ter adquirido dois novos petroleiros, do tipo Suexmax, com capacidade para um milhão de barris de petróleo, o que aumenta para 12 o número de navios disponíveis na frota de transporte e comercialização de petróleo bruto.

Baptizados com os nomes de Sonangol Cazenga, em homenagem a um dos municípios históricos de Luanda, e Sonangol Maiombe,  que distingue a segunda mais importante área florestal do mundo, em Cabinda, os dois navios foram construídos pela empresa DSME, da Coreia do Sul, nos estaleiros de Okpo, e apresentam várias inovações e tecnologia de ponta que se reflectem no desenho original e no desempenho de navegação em alto mar.
Segundo o documento, estas características melhoram de forma significativa a eficiência das operações e colocam-nas em total respeito com as mais exigentes regulamentações ambientais do sector.
Para a presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Isabel dos Santos, “a aquisição destes dois novos petroleiros está alinhada com a visão da nova Sonangol expressa no rigor e selectividade dos investimentos. O Cazenga e o Maiombe vão permitir que Angola, através da Sonangol, participe de forma activa e lucrativa no mercado internacional de Shipping.” Acrescentou que a concretização destas aquisições à DSME confirma, igualmente, a excelência de relações entre a Sonangol e os seus parceiros internacionais, que permitiu a conclusão deste projecto dentro do prazo e com um custo menor do que o orçamentado.
O documento refere que os dois navios vão entrar em serviço de imediato - o Cazenga em Abril e o Maiombe em Maio - fazendo nas viagens inaugurais diversos transportes já fretados por empresas do Médio Oriente. Salienta ainda que a maioria dos tripulantes destes novos navios é de nacionalidade angolana, um facto que revela o compromisso da Sonangol de investir, de forma contínua e crescente, na formação técnica e tecnológica dos seus quadros, permitindo-lhes desempenhar funções profissionais no exigente mercado petrolífero, em qualquer parte do mundo. A cerimónia de entrega dos dois novos petroleiros, Cazenga e Maiombe, decorreu ontem na cidade sul-coreana de Okpo, na presença do embaixador de Angola, Albino Malungo, e de outros dignitários diplomáticos de Angola na Coreia do Sul, bem como de membros dos conselhos de Administração da DSME e da Sonangol.

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA