Economia

Potencialidades são exibidas nas festas do mar

Uma exposição de vários produtos e serviços da agricultura, pescas, geologia e minas, construção civil e hotelaria e turismo, entre outros, está patente ao público no recinto da feira das Festas do Mar no Namibe, que decorre durante o mês de Março.

No recinto ocupado por 20 agentes económicos do município de Moçâmedes está exposta uma grande variedade de artigos e produtos agrícolas, industriais, mineiros e do mar, como mármores e granitos, tintas, portas, janelas, mobília, legumes, tubérculos, fruta, peixe e marisco. Os stands do ramo da agricultura também apresenta sementes, fertilizantes e instrumentos de trabalho utilizados na região, como catanas e enxadas, entre outros.
Na área de decoração estão expostos ornamentos e objectos como flores, cinzeiros, garrafas, relógios e outros, trabalhados com material nacional e motivos que retratam a cidade de Moçâmedes.
Empresários entrevistados pela Angop afirmaram que a quantidade de produtos  expostos confirma que o Namibe continua a progredir em todos os sectores económicos, contribuindo assim para a diversificação da economia nacional.
“A classe empresarial deveria estar mais unida e juntos poderíamos ter mais expositores, pois temos empresas que nos últimos anos estão a surgir na nossa cidade e que deveriam mostrar os seus produtos, como no ramo imobiliário, turismo, pesca, construção e outros”, disse um dos expositores.
Os entrevistados reconhecem que a província registou um avanço enorme na agricultura com a produção em grande escala, principalmente do tomate, mas apontam a necessidade de crédito bancário para que os agricultores possam desenvolver a sua actividade de forma sustentável.“Hoje, já temos uma boa produção em produtos hortícolas, pois a província tem muito potencial para ser divulgado”, destacam.

SAPO Angola

Tempo

Multimédia