Economia

IVA foi recomendado ao Governo pelo FMI

Leonor Mabiala | Cabinda

O Governo introduz o imposto sobre o valor acrescentado (IVA) para elevar a arrecadação, com vista a financiar os investimentos públicos e para aplicar recomendações do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Fotografia: DR

A afirmação foi feita ontem, em Cabinda, por António Freitas, do Centro de Estudos para a Implementação do IVA, num fórum de auscultação promovido pela AGT. António Freitas indicou que, depois de consultas ocorridas entre 2016 e 2017, o FMI recomendou a introdução do IVA como instrumento para a redução do défice fiscal, acrescentado que a outra causa reside no facto de Angola ser o único país da SADC - onde vigora um acordo comercial comum - que não aplica o imposto.
O vice-governador para a área Económica e Produtiva defendeu, na abertura do encontro, a necessidade de os contribuintes cumprirem as obrigações tributárias.

Tempo

Multimédia