Economia

Loja "Nossa Casa" abre em Malanje

Um supermercado da cadeia Nossa Casa, detido pelo Grupo Noble, foi aberto ontem em Malanje, acelerando a expansão da companhia de “Cash and Carry” já implantada em 14 províncias angolanas.

Nova cadeia comercializa no segmento a grosso e a retalho
Fotografia: Edições Novembro


A cadeia edifica, tal como em Malanje, estabelecimentos de cinco a dez mil metros quadrados para atender clientes dos segmentos grossista, retalhista e ao público, com vastos stocks de produtos das maiores marcas internacionais de frescos, electrodomésticos, electrónicos, motociclos, bebidas, cosméticos e outros.
 A abertura do supermercado Nossa Casa  gerou mais de cem postos de trabalho, principalmente para jovens, e colocou à disposição do público consumidor diversos produtos, que vão dos bens alimentares aos detergentes e electrodomésticos.
O grupo fornece, em Luanda, as cadeias, Shoprite, Kibabo, Alimenta Angola, Nosso Super e Mega.
O governador de Malanje, Norberto dos Santos, manifestou satisfação pela abertura do estabelecimento comercial, acrescentando que a abertura do supermercado está alinhada às políticas do governo provincial destinadas a incentivar a criação de  programas de  geração de emprego.
Além disso, considerou, o supermercado Nossa Casa constitui uma oportunidade ímpar na região, porque viabiliza a distribuição de produtos da cesta básica, principalmente  durante o período da quadra festiva.
Norberto dos Santos reiterou disponibilidade do governo provincial para acolher investimentos privados nos vários domínios, para contribuir para o crescimento económico da província de Malanje, principalmente pela aquisição de produtos agrícolas aos camponeses locais.
O director dos Recursos Humanos do supermercado, Manuel Lourenço,  anunciou que o Grupo Noble abre, nos próximos tempo, um supermercado da rede Ango-Mart em Malanje, criando mais de cem postos de trabalho.

Tempo

Multimédia