Economia

Mau estado das estradas desassossega camponeses

Camponeses do município do Ucuma, na província do Huambo, estão preocupados com a degradação das estradas secundárias e terciárias, que dificulta o escoamento dos produtos.

Fotografia: DR


Em declarações à agência Angop, na sequência da visita efectuada sábado à localidade pela governadora da província, Joana Lina, o camponês Paulo Walema afirmou que todos os anos as famílias têm tido muitos prejuízos por dificuldades de escoamento do que produzem.
Paulo Walema disse que situação pior enfrentam os camponeses da comuna da Cacoma, cuja estrada principal que liga esta localidade e a vila do município torna-se totalmente intransitável na época chuvosa.
A mesma preocupação é corroborada por Pedro Vitorino, que disse que as poucas viaturas que circulam nas estradas degradadas cobram preços muito elevados para transportar as mercadorias, apesar da demora com que o fazem.
O camponês Pinto To-más, que este ano viu parte da sua produção estragar-se nas lavras por não conseguir transportar, disse que muitas famílias que antes produziam em grande escala estão a reduzir, por causa dos prejuízos resultantes da falta de escoamento. O descontentamento é generalizado.

Tempo

Multimédia