Economia

Mercado de jogos movimenta altas somas

As receitas globais no mercado de jogos, incluindo os jogos Massively Multiplayer Online (MMO) que suportam milhares de jogadores ao mesmo tempo, ligados através da Internet, vão totalizar 109 mil milhões de dólares, um crescimento de 56 por cento em relação aos últimos cinco anos, segundo a Newzoo, agência que disponibiliza os números do sector a nível do mundo, sediada na Holanda.

Ásia e África lideram em termos de receitas com jogos
Fotografia: Edições Novembro

A empresa de pesquisa de mercado The Insight Partners calcula que até 2025 os jogos Massively e Multiplayer vão estar avaliados em 25 mil milhões dólares.
Em smartphones, computadores ou consolas, perspectiva-se que o crescimento do mercado global de jogos on-line seja, de forma consistente, acima de 10 por cento até 2023, tendo como um dos principais impulsionadores deste incremento o facto de estarem a ser criadas infra-estruturas de jogos cada vez mais optimizadas.
Com crescimento anual de mais de 25 por cento, a região da Ásia, Médio Oriente e África (AMEA) destaca-se entre as que mais cresce em termos de jogos online. Com mais de 336 milhões de jogadores e uma população acima de 585 milhões, estima-se, para este ano, receitas no valor de cerca de quatro mil milhões de dólares.
Actualmente, a África do Sul ocupa o primeiro lugar no continente (55º no mundo) com receitas, previstas para este ano, no valor de 120 milhões dólares, seguido da Argélia (57º mundial) com receitas previstas para este ano no valor de 103 milhões e Marrocos (59º no ranking), com receitas de 84 milhões.
O Angonix, terceiro maior ponto de troca de tráfego (IXP) em África, passou a contar com mais um membro, a 13D.net,  na plataforma, um dos maiores provedores de hospedagem de servidores de jogos online, que congrega  dezenas de milhões de jogadores nas redes Microsoft Xbox e Sony PlayStation, juntando-se, deste modo, às outras 17 empresas já interligadas ao Angonix.

Tempo

Multimédia