Economia

Milhares de hectares lavrados com tractores

Um  total  de dez mil hectares de terra são lavrados por duas brigadas de mecanização agrícola na localidade da Quissomeira, município do Dande, para o aumento da produção de milho na campanha agrícola 2017/2018, que começa oficialmente esta semana.

Mecanização agrícola é cada vez mais comun no meio rural
Fotografia: Francisco Bernardo | Edições Novembro


A informação foi avançada na sexta-feira, à Angop, pelo presidente da cooperativa agrícola da Quissomeira, João Dala, revelando que a comunidade recebeu, em Agosto, de 14 tractores e alfaias para a constituição de duas brigadas, que trabalham na preparação da terra.
Além das máquinas, a cooperativa recebeu do Ministério da Agricultura 120 toneladas de adubo, catanas, enxadas, limas e sementes de milho melhorado, para a presente campanha agrícola.
Com as terras aráveis disponíveis, adiantou João Dala, prevê-se, caso haja chuvas regulares, uma colheita de mais de 50 mil toneladas de milho, uma quantidade que permite produzir ração suficiente para aumentar a oferta de frangos, ovos e carne de porco.
O incremento da produção do cereal resulta da concessão de incentivos aos camponeses e em programas de diversificação da produção agrícola e da economia nacional, com vista ao combate à fome e à pobreza, afirmou João Dala.
A entrega dos instrumentos agrícolas permitiu concretizar os objectivos das associações de camponeses de alargar os campos de cultivo para aumentar a produção. A cooperativa da Quissomeira, que na última campanha colheu 15 toneladas, tem 900 hectares já preparados e dois mil membros, sendo 1.650 mulheres.
O milho é um dos cereais mais consumidos em Angola, representando um importante mercado, de tal forma, que o país ainda não consegue produzir uma oferta capaz de cobrir a procura, recorrendo com frequência à importação.

Tempo

Multimédia